Cabruca
Destaque 4 Destaque 5 Destaque 6 Destaque 7 Destaque 1 Destaque 3
FacebookTwitterYouTube

Sala de Imprensa - Notícias

17/10/2014

Agroecologia: a quantas andas o ensino dessa prática na Bahia?

A discussão sobre a situação atual da Bahia quando o assunto é Ensino, Pesquisa e Extensão em Agroecologia foi a tônica da abertura do último dia do 1º Simpósio de Agroecologia da Bahia, que acontece desde ontem, 13, em Ilhéus. Para o professor Altino Bonfim, do Núcleo de Estudos em Agroecologia da Universidade Federal da Bahia, as instituições em suas esferas de ensino, pesquisa e extensão estão desconectadas. “O objetivo é romper isso. As perspectivas futuras é que consigamos cada vez mais, realizar a interação entre as Ongs, agricultoras, agricultores, movimentos sociais e governos”, declara. O diagnóstico de Bomfim apontou que, atualmente, existem 42 cursos de ensino médio de Agroecologia, em 42 municípios, com 100 professores que nem sempre estão capacitados. São 111 cursos de áreas correlatas, três cursos de graduação e dois de especialização. Vale ressaltar, que na Bahia existem 625 mil agricultores familiares. A Bahia é o estado brasileiro com o maior número de agricultores familiares, presentes nos três biomas terrestres do Cerrado, da Caatinga e da Mata Atlântica, sendo que, vale frisar, o Semiárido baiano é o maior do País. A afirmação atesta a importância da realização do 1º Simpósio de Agroecologia da Bahia, que tem o tema “Integrando novos saberes em busca de sustentabilidade e da vida.” O objetivo do evento é colocar em pauta a agroecologia no estado, destacando a interação entre as comunidades tradicionais, os movimentos sociais no campo, as instituições que trabalham com este tema no estado e a comunidade acadêmica. I Além de Bomfim, participaram dessa discussão nomes como Carlos Eduardo De Souza Leite, da SASOP - Articulação Agroecologia Bahia; Eduardo Gros, da Pós Graduação em Agroecologia da UESC; Marina Siqueira de Castro da UEFS/EBDA. Na programação, minicursos sobre temáticas como: Técnicas de convivência com o Semiárido; Desenho e manejo de sistemas agroflorestais e policultivos biodiversos na Mata Atlântica; Biosementes e artesanato sustentável; Agricultura Biodinâmica, entre outros.

Voltar

Av. 2 de Julho, 379 - São Sebastião - Ilhéus - Bahia - CEP: 45653-758
Email: cabruca@cabruca.org.br - Tel/Fax: +55 (73) 3633-6899