Notícias

Série documental aborda o CACAU, um dos alimentos brasileiros que correm risco de extinção.
Produção de Cacau Cabruca Agroecológico no Assentamento Terra Vista, em Arataca/BA.

25 de junho de 2019

Série documental aborda o CACAU, um dos alimentos brasileiros que correm risco de extinção.

Não são apenas os animais que correm risco de extinção, muitos alimentos também, como o buriti, a castanha do Brasil, a baunilha do cerrado, a tainha, entre outros. A série documental “SEMENTES DO AMANHÔ tem o objetivo de resgatar a história dessas espécies alimentícias brasileiras, por meio de um olhar contemporâneo, mostrando a teia de relações humanas e ambientais que há por trás da sua cadeia produtiva.

Com 13 episódios que mostram um panorama geral de cada item nas comunidades onde são produzidos, a série apresentada por Nanda Barreto investiga a origem da extinção e guia o telespectador na descoberta da biodiversidade brasileira. Com isso, pretende provocar a conscientização das pessoas e buscar caminhos para a preservação das culturas alimentares e humanas, numa perspectiva de sustentabilidade.

Neste mês de Junho, a série fez captações de imagens e depoimentos na região sul da Bahia, para realizar o registro documental do CACAU, seus povos, cultura, história, lavoura e a biodiversidade conservada pelo sistema cabruca, implantado há quase 3 séculos na região, que é caracterizado pelo plantio do cacaueiro no sub bosque da Floresta Atlântica.

Viveiro Agroflorestal para produção de mudas de cacau, frutíferas e espécies nativas.

Viveiro Agroflorestal do Assentamento Terra Vista, coordenado pelo jovem agricultor Ernesto de Oliveira

De acordo com Alan Mendonça, diretor e roteirista da série sobre o episódio cacau cabruca "Quando começamos a pesquisa, não tínhamos certeza se o cacau estaria na série uma vez que há divergências sobre a sua extinção. No entanto, as conversas evoluíram e decidimos que seria importante destacar as formas de produção que além de preservar são também modelos de trabalho coletivo. E a visão do Assentamento Terra Vista foi impressionante. De certa forma, a pergunta que fazemos ao longo da série é: como equilibrar a balança entre a demanda sempre urgente de produzir alimentos e ao mesmo tempo preservar a natureza? No Assentamento Terra Vista temos a resposta através de um modelo que é realmente sustentável: recuperaram uma área degradada de Mata Atlântica e alcançaram um nível de produção elevado, desmentindo a ideia de que para se produzir é preciso destruir. O episódio do cacau cabruca, dentro da nossa série, destaca os modelos de produção que devem ser preservados, difundidos e adotados em outras regiões no Brasil e no mundo. Foi justamente este modelo que salvou da extinção animais e plantas da Mata Atlântica e permitiu a evolução da comunidade, de forma justa e livre. Será, com certeza, um dos melhores episódios da série". 

Depoimento da agricultora Maria Tereza sobre a vida no campo e a produção do cacau.

A equipe de campo esteve neste último final de semana na região sul da Bahia, para as gravações do 12º episódio, sobre o CACAU. No município de Arataca, no Assentamento Terra Vista, e em outras fazendas e localidades, Nanda Barreto conversou com os produtores de cacau e conheceu as etapas do manejo do cacau, desde a produção das mudas no viveiro, passando pelo plantio e manejo em campo, em seguida acompanhou a colheita dos frutos, as etapas de beneficiamento da amêndoa nos processos de fermentação e secagem. Alem destas etapas foi possível acompanhar a produção de chocolate a partir das amêndoas de cacau beneficiadas.

Processo de secagem das amêndoas de cacau.

Para Thiago Guedes, presidente do Instituto Cabruca, a série documental Sementes do Amanhã – episódio CACAU, é oportuna para perenizar relatos históricos e culturais da região do cacau, a riqueza do seu povo, o manejo tradicional da lavoura a partir do plantio do cacaueiro e mais relevante, apresentar o cenário inovador de uma nova geração que está semeando novos rumos para a cacauicultura. O desenvolvimento de programas como a Indicação Geográfica Cacau Sul da Bahia, o Processamento e Beneficiamento de Amêndoas de Cacau, o Turismo com a Rota do Chocolate, a Produção de Chocolate tree to bar, Produção de Nibs de Cacau, o Manejo Agroecológico do Cacaueiro, o Programa Árvores da Cabruca, a tecnologia pelo desenvolvimento de Apps cabruca/cacau&chocolate, são ações, de acordo com Guedes, que “colaboram como inovação disruptiva na economia do cacau, impulsionando o desenvolvimento da região cacaueira, sendo necessário novos investimentos do setor público e privado para ampliar a escala de resultados admirados.”

Produção de chocolate tree to bar do Assentamento Terra Vista.

Para Nanda Barreto, jornalista e apresentador da série "No Assentamento Terra Vista nós tivemos a oportunidade de conhecer toda a produção do cacau cabruca, desde a muda até o saboroso chocolate, 100% orgânico e feito com amor, sem exploração da natureza nem das trabalhadoras e trabalhadores envolvidos no processo. Foi realmente muito inspirador conhecer esta experiência de aliar desenvolvimento econômico local, justiça social e sustentabilidade. Ficamos muito gratos pela acolhida de toda comunidade e também aos pesquisadores do Instituto Cabruca e da Ceplac que nos deram uma visão mais ampla do setor, com suas potencialidades e desafios.  Este foi o décimo segundo episódios que gravamos e o que temos visto ao longo desta jornada é o papel fundamental que as comunidades tradicionais e agricultores ecológicos desempenham na conservação ambiental. É preciso valorizar o trabalho destas pessoas, que prestam incalculáveis serviços ambientais cuidando das florestas, nascentes e toda a biodiversidade dos nossos biomas"

Apresentadora Nanda Barreto com o Chocolate Terra Vista 70%.

As filmagens de “SEMENTES DO AMANHÔ começaram em outubro de 2018, percorrendo diversas cidades brasileiras, nas cinco regiões do País. Antes de chegar a Bahia, a equipe esteve no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, gravando os episódios sobre o pinhão e a ostra cananeia.

Equipe da série Sementes do Amanhã; Salvio Oliveira e Kiune - Assentamento Terra Vista; e Thiago Guedes - Instituto Cabruca.

“SEMENTES DO AMANHÔ é uma realização da Okna Produções e da TerraMar Imagens e será exibida no Canal Futura ainda em 2019. A equipe de campo é composta por Nanda Barreto (apresentadora), Alan Mendonça (diretor e roteirista), Marcelo Curia (cinegrafista e fotógrafo), Anderson Astor (diretor de produção), Lara Ely (pesquisa e reportagem para Globo Rural) e Raysa Fitsch (captação de som). Ainda no time estão Aleteia Selonk e Marlise Aude, responsáveis pela produção executiva, Veco Marques (trilha sonora), Roberto Coutinho (som) e Jonatas Rupert (montagem).